Justiça reconta votos, afasta vereadores e marca diplomação dos novos parlamentares que deveram tomar posse na Câmara de Nazarezinho

0
530

O Juiz Natan Figueiredo Oliveira, da 63ª Zona Eleitoral de Sousa, realizou nesta segunda-feira (08), a recontagem dos votos para o cargo de vereador do município de Nazarezinho, referente as eleições de 2020.

A retotalização dos votos foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), após julgar procedente uma ação investigação judicial eleitoral que constatou fraude no processo eleitoral através de candidaturas femininas consideradas laranjas, registradas no pleito eleitoral daquele ano através do partido Cidadania.

Com a recontagem dos votos, todos os candidatos ao cargo de vereador pelo partido Cidadania tiveram a votação nula e os parlamentares mirins, Dayson Vieira da Silva, Antônio do Vale Filho, Osório Ferreira Miranda e Francisco Lucas Vieira de Carvalho perderam os mandatos.

Agora, com o novo resultado eleitoral, serão diplomados pelo TRE-PB na próxima quinta-feira (10) e empossados na Câmara Municipal de Nazarezinho na sexta-feira (11), os vereadores: Reginaldo Figueiredo Alves (Reginaldo da Timbaúba) e Jader Gadelha Maia (Dr. Jader); além das vereadoras Francisca Maciel Gomes e Maria do Socorro Gabriel de Sousa.

Entenda o caso:

A recontagem foi realizada após decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), no processo (nº 0600592-76.2020.6.15.0063) que cassou o mandato dos vereadores do Partido Cidadania (Dayson Vieira da Silva, Antônio do Vale Filho, Osório Ferreira Miranda e Francisco Lucas Vieira de Carvalho) em virtude das candidaturas laranja das candidatas Fábia Alves de Sousa e Virgínia Leite Silva Lins, que obtiveram 02 e 04 votos no pleito, respectivamente, não com comprovaram realização de campanha no pleito eleitoral, pois não teriam participado de nenhum evento político, como comícios, “lives” ou passeatas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here