Projeto da vereadora Jô Oliveira inclui semana da Flic Feira no calendário municipal

0
71

A semana que antecede o feriado de 15 de novembro agora é a semana da
Feira Literária de Campina Grande, que já está na sua 7ª edição

Em 201, o sonho de quatro educadores, de fomentar na cidade uma cultura leitora, se concretizou. Assim nasceu a Feira Literária de Campina Grande (Flic), que em 2024 realizará a sua 7ª edição. Na sessão do dia 20 de junho, a Câmara Municipal de Campina Grande aprovou o projeto da vereadora Jô Oliveira (PCdoB), que inclui a semana da Flic no calendário de eventos do município.

O projeto deu uma nova redação a Lei 7.116/2018, definindo, entre outras coisas, o período que antecede o feriado de 15 de novembro como a semana da Flic. A proposta também especifica quais são os objetivos a serem alcançados durante a realização do evento, o que não havia na lei anterior, bem como busca garantir o compromisso, por parte da Prefeitura Municipal, com as dotações orçamentárias necessárias para apoiar esta grande iniciativa de divulgação e aprofundamento na produção literária de nossa cidade.

Stellio Mendes, professor, conselheiro de cultura e um dos idealizadores da Flic, diz que a aprovação desse projeto é um reconhecimento do legislativo municipal, para esse movimento literário de fomento da leitura.

“A inclusão da Feira Literária de Campina Grande no calendário oficial do município tem um significado relevante, por se tratar de um reconhecimento do legislativo municipal a um movimento literário que vem fomentando o livro, a leitura e a literatura em todos os compartimentos da Rainha da Borborema. Chegando à sua sétima edição, a Flic já impactou mais de 10 mil pessoas de todas as faixas etárias e em todas as regiões da cidade, e acontece para além de sua semana de realização, mas se configura como um movimento literário que transcorre durante todo o ano”, destacou Stellio Mendes.

A vereadora Jô Oliveira comentou sobre a importância da Flic para Campina Grande, além da necessidade de mais incentivos por parte da gestão municipal, para ações culturais como a Feira Literária.

“A cultura é uma prioridade para o nosso mandato. Acompanho a Feira desde a primeira edição, e entendemos que espaços como a Flic devem ser olhados com muito carinho e todo incentivo e apoio são necessários. Esperamos que o prefeito não demore a sancionar a lei, que foi aprovada pela Câmara, e que a gestão se comprometa com a sua execução. Estaremos a postos para cobrar”, pontuou a vereadora.

A Flic, desde sua primeira edição, realiza, além da Feira, saraus, encontros, oficinas e eventos em escolas, parques, bibliotecas e centros culturais, sempre na tentativa de aproximar os mais variados públicos leitores dos livros, das discussões sobre literatura e da escrita. Este ano, a Feira acontece de 11 a 17 de novembro, e terá na sua programação nomes como o escritor Itamar Vieira Júnior, autor do premiado livro “Torto Arado”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here