quarta-feira, 29 / 05 / 2024
20.5 C
Campina Grande
quarta-feira, 29/05/2024
20.5 C
Campina Grande

Justiça condena Santander a pagar R$ 275 milhões por assédio moral

Também pode querer ler

A 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região decidiu manter condenação do Banco Santander em indenização de R$ 275 milhões. Empregados denunciaram a empresa por danos morais coletivos, assédio moral, meta abusiva e adoecimento mental.

As ações civis precedentes à condenação foram ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em 2014 e 2017, após comprovação de que o banco não respeitava os direitos fundamentais dos bancários.

Conforme as investigações, o Santander estabelecia “metas extremamente elevadas, com aumentos constantes, sobrecarga e cobranças excessivas aos funcionários”.

Os bancários chegavam a ser ameaçados de demissão quando clientes faziam saques de aplicações.

Segundo o MPT, em apenas uma das agências, 43% dos empregados declararam “ter pensado em dar fim à vida”.

Além disso, 100% dos funcionários se declararam “tristes, nervosos, tensos e preocupados”, 86% dormem mal, 86% assustam-se com facilidade e 43% têm tremores nas mãos.

Determinação

A determinação judicial também obriga a empresa a não adotar metas abusivas, nem “permitir, tolerar ou praticar, por seus gestores e prepostos, práticas que configurem assédio moral”, como humilhações, xingamentos, ameaças de demissões, constrangimentos, coação, agressão ou perseguição.

Apesar de o banco argumentar que o assédio moral não é uma conduta adotada nas agências, o acórdão do tribunal ressalta o alto número “de empregados que foram acometidos de doenças mentais, transtornos psíquicos, síndrome do pânico, estresse e depressão”.

A decisão também observa “a ausência de efetividade na extirpação de condutas inadequadas no trato pessoal dos empregados por parte de seus prepostos. Resta-lhe, de toda sorte, a culpa pela imposição de metas abusivas a serem alcançadas a todo custo”.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -

Últimas

Saúde amplia leitos pediátricos de UTI no Trauma de Campina Grande para atender casos graves de síndromes respiratórias

OGoverno da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), implantou, nesta quarta-feira (29), 10 novos leitos...
- Publicidade -spot_img

Relacionados

- Publicidade -spot_img