sexta-feira, 23 / 02 / 2024
22.9 C
Campina Grande
sexta-feira, 23/02/2024
22.9 C
Campina Grande

Coligação MDB-PT assina ataques contra Pollyanna Dutra

Também pode querer ler

A candidata ao Senado Pollyanna Dutra (PSB) virou alvo de contraofensiva de um antigo aliado, agora adversário na disputa por uma vaga ao Senado, o ex-governador Ricardo Coutinho (PT).

A “treta” no campo progressista começou depois que Coutinho teve a candidatura indefederida pelo TRE, há cerca de 10 dias.

Foi quando Pollyanna colou ainda mais imagem dela a Lula e passou a exibir um guia afirmando que na disputa ao Senado havia três bolsonaristas, Efraim Filho (União), Bruno Roberto (PL) e Pastor Sérgio Queiroz (PRTB), de um lado, e do outro, Ricardo Coutinho, inelegível.

Busca passar o recado de que é a única mais à esquerda que pode ser votada. A deputada estadual do PSB disputa o mesmo eleitorado de Coutinho, no mesmo campo, e tenta tirar votos para avançar. Nas pesquisas, Ricardo é o primeiro colocado.

O ataque do adversário veio esta semana com uma peça de campanha ligando Pollyanna ao bolsonarismo. Nesse caso, tentando criar a dúvida sobre seus posicionamentos mais à esquerda.

Para isso, na peça do guia, lembra que Pollyanna é casada com um ex-prefeito bolsonarista, do PL, Barão, e que seus aliados, a senadora Daniella Ribeiro (PSD) e Aguinaldo Ribeiro (PP) dão sustentação ao governo Bolsonaro.

Em resumo, tenta chamar atenção do eleitores mais progressistas para as relações de Pollyanna com políticos mais à direita.

Reação

Depois dos ataques, Pollyanna reagiu na Justiça. Entrou com representação no TRE-PB alegando que a peça do guia tem conteúdo apócrifo, associando a candidata ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e com “ataques” ao marido.

A socialista pede que a propaganda eleitoral irregular seja retirada do ar e que Coutinho seja condenado a perda do dobro de tempo utilizado para a propaganda irregular.

Ao Conversa Política, a equipe de Pollyana afirmou que o vídeo traz informações inverídicas, falsas. Destacou que Barão nunca foi bolsonarista e que votou em Lula a vida inteira e participou da construção petista, em Pombal, ao lado de Pollyanna, inclusive participando de reuniões ao lado de Lula

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -

Últimas

Três pessoas são presas suspeitas de auxiliarem fuga em presídio em Mossoró (RN)

Pelo menos três pessoas foram presas nesta quinta-feira (22), acusadas de facilitarem a fuga de dois criminosos do presídio...
- Publicidade -spot_img

Relacionados

- Publicidade -spot_img