domingo, 25 / 02 / 2024
23.9 C
Campina Grande
domingo, 25/02/2024
23.9 C
Campina Grande

Paraibano teria atuado para divulgar notícias falsas e “criar ambiente do golpe”, diz PF

Também pode querer ler

A Polícia Federal aponta que o paraibano Tércio Arnaud, assessor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), integra o Núcleo de Desinformação e Ataques ao Sistema Eleitoral do grupo de bolsonaristas que não aceitou a derrota para o presidente Lula (PT) em 2022. É o que aponta o documento que o Blog Wallison Bezerra teve acesso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o relatório da PF, Arnaud “teria atuado na produção, divulgação e amplificação de notícias falsas quanto a lisura das eleições presidenciais de 2022 com a finalidade de estimular seguidores a permanecerem na frente de quarteis e instalações, das Forças Armadas, no intuito de criar o ambiente propício para o Golpe de Estado”.

Além do paraibano, também integram esse núcleo, segundo a PF, lideranças bolsonaristas a exemplo de Mauro Cid.  Esse entendimento da Polícia Federal também é destacado pela Procuradoria-Geral da República.

Alvo da Polícia Federal, o paraibano Tércio Arnaud teve equipamentos apreendidos e está proibido de ter contato com outros investigados, a exemplo do ex-presidente Jair Bolsonaro. A defesa de Bolsonaro disse que já determinou o retorno de Arnaud a Brasília, já que os dois estavam juntos no Rio de Janeiro.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -

Últimas

Ivete Sangalo recebe alta após diagnóstico de pneumonia

Ivete Sangalo, 51, anunciou neste sábado (24) que recebeu alta hospitalar. A cantora baiana, que teve a música mais...
- Publicidade -spot_img

Relacionados

- Publicidade -spot_img