test
terça-feira, 25 / 06 / 2024
20 C
Campina Grande
terça-feira, 25/06/2024
20 C
Campina Grande

Decisão do TSE em reconduzir Eurípedes Júnior à presidência nacional do PROS deve tirar partido da base de Pedro na Paraíba

Também pode querer ler

O pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta quarta-feira (10), por quatro votos a três, confirmar o entendimento do ministro Ricardo Levandowisk e manter Eurípedes Júnior na presidência nacional do partido PROS.

Com a decisão que unificou o entendimento sobre a presidência da legenda, a tendência é que o executivo Gilvan Raposo seja confirmado em definitivo como dirigente do partido na Paraíba. Dessa forma, o PROS deve deixar a coligação do candidato a governador Pedro Cunha Lima (PSDB) e se alinhar ao projeto de reeleição do governador João Azevêdo (PSB).

O PROS na Paraíba vinha sendo comando pelo empresário e primeiro suplente do candidato ao Senado, Efraim Filho (UB), André Amaral, que chegou a realizar uma convenção do partido, onde declarou apoio a Pedro.

A banca de advogados que está à frente do caso em Brasília já trabalha para adequar a decisão do pleno do TSE também na Paraíba.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -

Últimas

Vazam dados de 40 milhões de aposentados do INSS

Cerca de 40 milhões de aposentados e pensionistas tiveram dados cadastrais expostos por meio de acessos sem controle, confirmou...
- Publicidade -spot_img

Relacionados

- Publicidade -spot_img